top of page
Buscar

Mauro Cipriano - Primeiro indígena, pesquisador do GP Mundus, se torna Mestre pelo PPGD da UNIJUÍ

Atualizado: 17 de mai. de 2022

Nesta terça-feira, 17 de maio de 2022, Mauro Cipriano (indígena Kainkang), orientado pela professora pesquisadora do GP Mundus, Dra. Elenise Felzke Schonardie, é o primeiro indígena a se tornar Mestre pelo Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito (PPGD) – Mestrado e Doutorado em Direitos Humanos – da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ). Mauro Cipriano defendeu sua dissertação intitulada:

LÍNGUA MÃE (MYNH): A LÍNGUA KAINGANG COMO INSTRUMENTO PARA VALORIZAÇÃO E REVITALIZAÇÃO DA CULTURA DO POVO INDÍGENA KAINGANG DE SÃO VALÉRIO DO SUL-RS, aprovada com Conceito A pela banca examinadora.


A banca examinadora teve a honra de contar com o Professor Dr. Bruno Ferreira (IEEIAMM), primeiro indígena a concluir o Doutorado em Educação pela UFRGS (2020), além dos outros professores, a Dra. Raquel Fabiana Lopes Sparemberger (FURG) e o Dr. Ivo dos Santos Canabarro (UNIJUÍ).


A dissertação de Mauro Cipriano, integrante pesquisador do GP Mundus, versou sobre a temática da educação indígena Kaingang sob o olhar dos direitos humanos, com ênfase na valorização da educação na língua materna Kaingang no Instituto de Educação Indígena Ângelo Manhká Miguel de São Valério do Sul, RS. O objetivo da pesquisa de Mauro foi demonstrar a importância singular da língua materna na escola indígena como instrumento para o fortalecimento da língua mãe e da cultura Kaingang, de modo a garantir sua valorização e revitalização. Suas conclusões demonstraram a relevância ímpar da existência e do trabalho realizado pelo Instituto de Educação Indígena em língua Kaingang em nível de formação de professores bilíngue, posto que isso é fundamental para a manutenção da cultura e revitalização da língua materna entre os Kaingang do sul do Brasil, tendo como base os direitos humanos de modo a visibilizar a demanda indígena e a promoção da língua mãe entre os Kaingang.



Tendo em vista o atual contexto brasileiro de supressão dos direitos indígenas e de violência contra os povos originários, Mauro Cipriano venceu todos os obstáculos, resistiu e se tornou Mestre em Direito, com área de concentração em Direitos Humanos, exemplo e motivo de admiração por tod@s.


Equipe Mundus


60 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page